Facebook comemora 10 anos com retrospectiva de usuários em vídeo

Brincadeira relembra ano de cadastro, 1ª postagem e foto mais curtida.

look back

Publicado em 4 de fevereiro de 2014 / Desenvolvimento de Sites, Mídias Sociais, News, Tecnologia da Informação

Para comemorar seus 10 anos de vida, o Facebook lançou nesta terça-feira (4) uma retrospectiva em vídeo personalizada que mostra alguns dos fatos mais marcantes de cada usuário da rede social.

Com mais de 1,19 bilhão de usuários, oFacebook é a maior rede social do mundo. Inicialmente um site voltado para alunos da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, o site se tornou um ponto de encontro para conversar, compartilhar e até organizar movimentos sociais.

Chamada “A look back” (ou “Uma retrospectiva”, em português), a brincadeira mostra de forma animada algumas estatísticas sobre cada usuário do Facebook, como ano de cadastro, primeira postagem e foto mais curtida.

Mensagem do criador
Fundador do Facebook em 2004 com seus colegas de quarto em Harvard, Mark Zuckerberg postou em seu perfil uma longa mensagem sobre a primeira década da rede social.

“Quando eu reflito sobre os últimos 10 anos, me pergunto: ‘por que fomos nós quem construímos isso?’ Éramos apenas estudantes. Tínhamos muito menos recursos que as grandes companhias. Se eles tivessem se focado nesse problema, teriam conseguido”, disse.

“A única resposta que eu consigo pensar é: nós apenas nos importamos mais. Enquanto alguns duvidavam que era importante conectar o mundo, nós estávamos construindo.

Enquanto outros duvidavam que isso seria sustentável, você estava formando conexões duradouras. Nós nos importamos mais que qualquer um em conectar o mundo. E fazemos isso até hoje”.
Zuckerberg aproveitou o momento para fazer projeções sobre o uso do Facebook e das redes sociais em geral para os próximos 10 anos.

Para ele, essas plataformas irão ajudar a “responder perguntas e solucionar problemas complexos”, além de permitir a “criação de muitas formas de capturar e comunicar novos tipos de experiências”.

Fonte: G1



0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Postagens relacionadas