Geração de conteúdo relevante para Mídias digitais: Uma questão de oportunidade de mercado

Um artigo publicado recentemente no Wall Street Journal especializado em economia, aponta o Brasil como a Capital Universal das mídias sociais. O texto ressalta que o país é atraente para investimentos na área, tendo em vista a quantidade de usuários no Facebook ( O Brasil já é o segundo país em número de usuários), o […]


Publicado em 6 de fevereiro de 2013 / Marketing Digital para E-commerce, News, Webwriting

Um artigo publicado recentemente no Wall Street Journal especializado em economia, aponta o Brasil como a Capital Universal das mídias sociais. O texto ressalta que o país é atraente para investimentos na área, tendo em vista a quantidade de usuários no Facebook ( O Brasil já é o segundo país em número de usuários), o crescente interesse dos internautas brasileiros pelo Twitter e outras plataformas de comunicação digital.

Geração de conteúdo relevante para Mídias digitais: Uma questão de oportunidade de mercado

Entretanto, um tópico que chamou a atenção na publicação, foi a declaração sobre a falta de investimento no mercado publicitário digital brasileiro. Ainda segundo análise do artigo, empresas de publicidade do país gastam apenas 10,6% do seu orçamento em anúncios voltados para mídias digitais, em comparação com 19,8% em todo o mundo.

Os dados só mostram que a geração de conteúdo relevante é o passo primordial para o sucesso nesse campo vasto e (acreditem), ainda pouco explorado das mídias digitais por aqui. Sendo assim, o papel do webwriter nesse processo de planejamento, não pode se restringir à função de mero produtor de conteúdo segmentado, e sim de um planejador e gestor de conteúdo para as interativas, um estrategista de distribuição de conteúdo multimídia para ambientes digitais e que usa seu conhecimento e técnicas com o objetivo de facilitar a navegação do leitor.

Confira algumas dicas sobre geração de conteúdo em mídias digitais por Bruno Rodrigues:

  • Mais importante que a preocupação com a quantidade de conteúdo é a qualidade de informação de acordo com o perfil do site, portal, blog e tantas outras mídias. Esqueça o clichê de que internet é lugar de texto curto, o que você escreve, deve ser o que o usuário procura, e isso deve ser considerado;
  • O texto é parte de um guarda-chuva chamado Informação – que não é sinônimo de dado e conhecimento. Produzir conteúdo sem saber estas diferenças é morte profissional na certa. Em um site, ajudamos a produzir Conhecimento – e Informação é a matéria-prima para a construção do Conhecimento – Um site ou portal que produz toneladas de informações sem provocar ou facilitar a produção de conhecimento está prestando um “desserviço” ao visitante;
  • Indexar um texto é tão importante quanto escrevê-lo. Um texto que não é indexado é invisível e você jogou tempo (e dinheiro) fora;
  • A linguagem precisa ser direta, objetiva e colaborativa. Nas redes sociais, por exemplo, é preciso dar ao usuário conteúdo com os quais se identifique, e que possa gerar participação e compartilhamento;
  • É essencial entender SEO para produção de conteúdo em mídias digitais. Não só o título, mas todos os elementos textuais do conteúdo devem ser pensados com as técnicas de SEO: o próprio texto, o título da imagem, o alt (aquele texto que aparece quando passamos o cursor), devem ser escritos pensando em palavras-chaves. Ou seja, o segredo para potencializar a “encontrabilidade” do texto é usar palavras que são comumente buscadas pelos usuários em ferramentas como o Google.

Mais informações sobre Marketing Digital.
Solicite um orçamento!



0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Postagens relacionadas