10 erros que sua empresa pode evitar nas mídias sociais

Em vez de repetir alguns dos erros mais comuns que as empresas estão cometendo nas mídias e redes sociais, para só depois aprender com eles, mais fácil ainda é saber evitá-los com antecedência, com o objetivo de não cometê-los! 1. Você não tem um blog Você quer uma atualização mais informal e diária, instantânea, mas […]


Publicado em 5 de agosto de 2010 / Mídias Sociais

Mídias sociais

Em vez de repetir alguns dos erros mais comuns que as empresas estão cometendo nas mídias e redes sociais, para só depois aprender com eles, mais fácil ainda é saber evitá-los com antecedência, com o objetivo de não cometê-los!

1. Você não tem um blog

Você quer uma atualização mais informal e diária, instantânea, mas não possui um blog? Ou pior: você não tem uma produção frenética e constante de conteúdos? Bing! Primeiro erro! Tenha uma fabricação massiva de informações sobre sua empresa e seu produto e, principalmente, atualize seus clientes e funcionários o tempo todo! Mas lembre-se: é muito diferente atualizá-los o tempo todo e entupi-los de informações baratas! Não deixe que um erro já possibilite você cometer outro!

2. Não entupa seus clientes com informações inúteis

Você se empolgou com a história de atualizações e a construção de um blog para a sua empresa, certo? Ok, mas vamos com calma. Saber produzir um conteúdo de qualidade e emitir tal informação com certa periodicidade na web é totalmente diferente de socar dados o tempo todo em seus clientes e funcionários. Não cometa o erro clássico de enfiar e-mails, SMS, newsletter ou links do seu blog sem a vontade deles, e o pior, sem ao menos possuir algo de relevante para contar!

3. Não confunda particular com profissional

Nas últimas semanas temos visto diversos casos de demissões de funcionários de grandes empresas (Locaweb e NatGeo) que não estão sabendo a diferença entre o mundo pessoal e o profissional. Todo funcionário, independentemente do grau que ocupa dentro da empresa, deve deixar sua vida particular assim que entra na corporação. A regra número 2 é que esse funcionário leva consigo a imagem da empresa toda vez que sai dela, não importando se está em casa, em um restaurante, vendo uma partida de futebol ou em uma festa infantil. Jamais se esqueça disso: na empresa, você é só empresa. Fora dela, você é a empresa e você mesmo. Não cometa bobagens ou atitudes racistas, preconceituosas e ofensivas, pois além de ferir a própria ética da sociedade, fere diretamente a imagem da empresa que você está vinculado.

4. Não trate tudo tão a sério

Não levar tudo tão a sério não significa faltar com o profissionalismo! Que isso fique bem claro! Porém, se você for montar uma campanha para sua empresa ou produto, tenha em mente que você não trabalha mais apenas com consumidores, mas sim com pessoas! Trate as pessoas como pessoas, e não como dados ou estatísticas! Saiba envolvê-las e, acima de tudo, demonstre um profissionalismo ímpar, porém com uma característica pessoal que cative seus clientes.

5. Não confunda seguidores com clientes

Não ache que fazer uma promoção no Twitter ou distribuir brindes no Facebook para angariar mais fãs e seguidores fará com que a sua empresa decole. Fãs e seguidores para se conseguir de verdade leva tempo, investimento e paciência. Não confunda números de redes sociais com números de impacto da sua empresa.

7. Jamais abandone seus clientes

Há diversos casos em que algumas empresas conseguem um significativo sucesso em campanhas nas mídias e redes sociais, mas cometem um erro grotesco na maioria das vezes: não avisam que a campanha é por pouco tempo. Investem capital, tempo, capital humano, angariam seguidores e constroem uma cultura em volta de determinado produto. Realizam de forma ímpar a campanha, mas quando menos se espera, atingem as metas pré estabelecidas e saem de cena! Jamais faça isso! Ou deixe bem claro a duração e as proporções limites que a campanha pode tomar ou tenha em mente um plano B, caso o sucesso seja além do esperado.

8. Você não tem um plano B

Fez uma campanha para sua empresa, produto ou serviço para um determinado espaço de tempo e obteve um sucesso estrondoso? Tenha um plano B caso isso aconteça, pois abandoná-los será um erro crucial para seu fracasso posterior! Analise as melhores maneiras e ferramentas para dar continuidade ao projeto, se possível.

9. Sua empresa não esta conectada nela mesma

Faça a conexão dos seus diversos perfis e contas. Saiba criar uma interação entre eles que seja proveitosa, e não apenas dependente ou obrigatória. Saiba como alimentar diferentes plataformas de diferentes maneiras, criando no usuário-cliente o hábito de ir onde sua empresa estiver, mesmo estando em diversas redes e mídias, mas lembre-se de manter sempre um ponto de partida, um local de encontro. Tal ponto alfa pode ser o seu próprio blog, que terá conexões para todas as outras ferramentas.

10. Você não tem um plano

Depois dos erros mais comuns que as empresas comentem nas mídias e redes sociais, saber evitá-los é um primeiro passo. Entretanto, antes de começarmos a caminhar devemos saber para onde queremos ir. Sua empresa sabe para onde quer ir? Sua corporação sabe até onde quer chegar? Sua agência sabe quais trilhas pretende enfrentar? Você precisa ter traçado um plano minimalista, ou todos os erros citados anteriormente acontecerão em um mesmo cenário de tempo e espaço, todos juntos e misturados!

Fonte: Blog Mídia8

Mais informações sobre Marketing nas Mídias Sociais.
Solicite um orçamento!



Tags: , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Postagens relacionadas