Rede social não é só para peixe grande

As pequenas empresas também já descobriram o potencial das redes para turbinar seus negócios Se você busca ofertas, é só segui-la no Twiiter. Se você busca informações institucionais, basta visitar seu blog. Se quer ver os mais novos lançamentos em primeira mão, dê um pulo no seu Flickr, e se quer se manter informado sobre […]


Publicado em 9 de junho de 2009 / Mídias Sociais

As pequenas empresas também já descobriram o potencial das redes para turbinar seus negócios

1951089KK003_tank

Se você busca ofertas, é só segui-la no Twiiter. Se você busca informações institucionais, basta visitar seu blog. Se quer ver os mais novos lançamentos em primeira mão, dê um pulo no seu Flickr, e se quer se manter informado sobre eventos e novidades, seja seu amigo no Facebook. Nas redes sociais, a Dell está por toda a parte.

A estratégia está se tornando cada vez mais comum entre as grandes companhias, que explorando ao máximo o potencial das redes sociais para se relacionar com seus clientes. Mas um estudo feito nos Estados Unidos e Canadá pela AMI-Partners revelou que o mar das redes sociais não é só para peixes grandes.

Os pequenos negócios também já descobriram o potencial das redes e estão aprendendo a utilizá-las para se relacionar com seus clientes. De acordo com o estudo, que ouviu cerca de 260 mil pequenas empresas, as redes sociais profissionais – como o LinkedIn – são as mais populares no setor, sendo usadas por 51% dos entrevistados.

As redes comuns – como Facebook e MySpace – aparecem em seguida, com 44% de adesão entre os participantes da pesquisa. O estudo revelou ainda que redes voltadas a indústrias específicas também são populares, com 38% das pequenas empresas garantindo presença em alguma delas.

Em quarto lugar na preferência das pequenas empresas aparecem os sites de empregos, com 37%. Já os serviços de blog e microbblog – como o Twitter – são utilizados por 28% das empresas, que também estão presentes em fóruns (28%) e wikis (24%).

A maioria das empresas (64%) ainda adota uma postura mais passiva nas redes, usando-as como ferramenta para sanar dúvidas dos consumidores. Mas uma parcela importante já as encara como meio para transmitir mensagens (37%) e fazer ofertas (33%) a seus clientes – seguindo exemplo de grandes varejos como a Amazon, nos Estados Unidos, e o Submarino, no Brasil.

A técnica pode surtir efeitos interessantes. Um exemplo é o da rede de alimentação Naked Pizza, que gerou 15% das suas vendas em um dia por meio de uma promoção no Twitter, segundo um case publicado no Advertising Age.

Mas não é só de vendas que se faz a estratégia das pequenas empresas na mídia social. O relacionamento também é um componente importante, sendo citado como atividade principal por 57% delas, assim como a educação, que é o foco de 44% das empresas ouvidas.

O estudo foi realizado em abril de 2008, sob encomenda da Sage Research, e divulgado recentemente pelo E-Marketer.

Fonte: Info Abril

Mais informações sobre Marketing nas Mídias Sociais.
Solicite um orçamento!



0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Postagens relacionadas