Tecnologia da Informação e as tendências na área que vieram para ficar

A internet já dominou o mundo business. Mais que um prognóstico dos especialistas na área, essa nova realidade em gerar negócios em rede vem sendo adotada e desenvolvida por empresas em todo mundo. A reboque, o setor de T.I desponta como elemento primordial neste processo de desenvolvimento e mudança de cultura comportamental das corporações, e […]


Publicado em 29 de maio de 2013 / News, Tecnologia da Informação

A internet já dominou o mundo business. Mais que um prognóstico dos especialistas na área, essa nova realidade em gerar negócios em rede vem sendo adotada e desenvolvida por empresas em todo mundo. A reboque, o setor de T.I desponta como elemento primordial neste processo de desenvolvimento e mudança de cultura comportamental das corporações, e desenvolve papel fundamental na criação de sistemas e interfaces que facilitem a interação homem máquina.

Pensando nisso, a Accenture, empresa global de consultoria e gestão em serviços de tecnologia, lançou a pesquisa Vision Technology 2013 em que se constatou que a Tecnologia da Informação (TI) é um dos principais norteadores para que as empresas se diferenciem no mercado, alavancando o crescimento e rentabilidade dos negócios realizados em plataformas digitais.

De acordo com o estudo, todos os líderes devem ser capazes de entender e impulsionar o valor das novas tecnologias que afetam cada organização. Um exemplo apontado pelo estudo são os Softwares, que têm o potencial de alterar o modelo de negócio de uma empresa ou indústria.

A pesquisa ainda conclui que empresas que usam tecnologia são um diferencial e estarão melhor posicionadas para aproveitar mudanças e oportunidades que possam surgir neste mercado.

Confira algumas tendências apontadas na pesquisa

Sistemas e informações na nuvem

O cloud computing já é uma realidade para muitas empresas, mas ainda é parcialmente adotado pela maioria. É comum empresas que já utilizam sistemas de e-mail e de armazenamento de arquivos na nuvem, mas que mantém sistemas e informações do negócio em servidores internos. Entretanto, o cloud computing é muito mais vantajoso para apoiar o crescimento do negócio, uma vez que é muito mais simples escalar um recurso tecnológico em nuvem;

Redução dos ativos de TI

Além do cloud computing, acima citado, a virtualização da infraestrutura de TI contribui para uma redução drástica de hardware dentro das empresas. Por consequência, outros recursos também são reduzidos, como espaço físico, energia elétrica e mão de obra para gerenciamento – o que contribui para uma redução significativa nos custos da empresa. Esses recursos, principalmente os profissionais antes utilizados para trabalhos demasiadamente operacionais, passam a ser utilizados para projetos mais estratégicos dentro das empresas, como implantação e gerenciamento dessas novas tecnologias;

TI Verde – Redução na emissão de poluentes

A redução de hardware dentro das empresas, principalmente de equipamentos antigos, contribui para a redução na emissão de poluentes, como o carbono, e também reflete em redução de custos para as empresas, uma vez que a emissão de carbono acarreta em custos para as empresas. A economia gerada com a redução de hardware tende a ser reinvestida em novas tecnologias, como servidores e desktops mais atuais, que já são preparados para consumir menos energia elétrica e poluir menos;

Mobilidade e rede sociais

Já existe um grande número de dispositivos móveis, como tablets e smartphones, entre os colaboradores e as empresas tendem a olhar para isso com mais atenção. A mobilidade e redes sociais aumentaram a conexão e proximidade com os consumidores, entretanto, muitas empresas também perderam intimidade com o cliente nesses processos. Essas conexões têm sido exploradas apenas como um (outro) canal de comunicação, enquanto poderiam apontar novas oportunidades para melhorar as relações.

Segurança externa e móvel

Toda essa evolução tecnológica, que inclui ambientes virtualizados, informações na nuvem e dispositivos móveis, aumenta a necessidade das empresas por segurança da informação. Uma forte tendência para 2013 é a consideração desses novos ambientes na hora de estruturar planos de segurança e contingência do negócio, o que vai muito além de simples ferramentas de firewall e antivírus. Presenciaremos um aumento na demanda por soluções de backup que armazenam informações externamente, seja de ambientes internos, virtuais ou na nuvem. As novas tecnologias também contribuem para a continuidade de negócios – por exemplo, a virtualização de desktops que permite que uma máquina seja rapidamente reestabelecida em um novo hardware no caso de uma falha.



0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Postagens relacionadas