Web 3.0 e o uso inteligente de informação na internet

Que a evolução tecnológica aliada à informação se desenvolve a passos largos todos nós sabemos. Sem dúvida, essa rapidez é extensiva à forma de uso da internet. Desde a sua fundação no início da década de 70 a maneira de comunicação e busca por conteúdo na web vem se transformando, desde o modelo 1.0 em […]


Publicado em 20 de fevereiro de 2013 / News

Que a evolução tecnológica aliada à informação se desenvolve a passos largos todos nós sabemos. Sem dúvida, essa rapidez é extensiva à forma de uso da internet.

Desde a sua fundação no início da década de 70 a maneira de comunicação e busca por conteúdo na web vem se transformando, desde o modelo 1.0 em que o usuário tinha acesso ao conteúdo, mas era limitado a ele, à web 2.0 como conhecemos agora em que a interação é palavra de ordem, plataformas digitais permitiram o crescimento e disseminação dessa interação na rede, o usuário deixou de ser expectador e passou a contribuir com a produção dos mais variados tipos de conhecimento, exemplos clássicos são sites colaborativos como Wikipedia e as redes sociais.

Web 3.0 e o uso inteligente de informação na internet

As diversas interfaces e plataformas digitais abrem caminho para um outro nível de produção e uso de informação na internet, assim, estamos chegando à web 3.0 ou web semântica. De acordo com o próprio inventor da WEB Tim Berners-Lee, “a Web semântica é uma extensão da atual internet na qual é dado significado à informação, permitindo que computadores e pessoas trabalhem melhor em cooperação”.

O novo vídeo lançado recentemente pela Google sobre as funcionalidades do Google Glass, o projeto (em fase de testes), de óculos inteligentes de realidade aumentada que permite ao usuário fazer, ligações, compartilhamento de vídeos e fotos, comando de voz e realizar busca na internet com os padrões de web 3.0, é um vestígio sobre o início do rompimento com os padrões atuais de uso da internet, além de ilustrar muito bem como a interação homem-máquina será mais precisa e eficaz dando ao utilizador o que ele realmente quer, diminuindo a margem de casualidade nas buscas da web.

Entenda a principal diferença entre web2.0 e web 3.0

Web 2.0

A Web 2.0 é basicamente, a construção coletiva do conhecimento. A essência desse modelo é permitir que os usuários não sejam mais apenas espectadores, e sim que se tornem contribuidores. Exemplos de Web 2.0 são sites colaborativos como Wikipedia em que o conteúdo é produzido pelos próprios utilizadores, blogs, onde leitores e autores podem se comunicar, e claro, as redes sociais.
Um grande problema da Web 2.0 é a dificuldade de lidar com o excesso de informação inútil ou errada.

Web 3.0

A Web 3.0 é quando programas interpretam nossas preferências e nos ajudam a navegar pela Web. Porém é muito cedo para dizer até onde a Web 3.0 vai, mas é entendido como um conjunto de tecnologias com formas mais eficientes para ajudar os computadores a organizar e analisar a informação disponível na rede. Essas ferramentas podem ajudar as pessoas na hora de decidir por um pacote de viagem ou o Google Maps, por exemplo. Ou seja, você analisa mais informações em menos tempo e obtém resultados mais precisos.

Este é o mundo que não para de se reinventar!



0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Postagens relacionadas